Maternidade: exercícios na gravidez

Os exercícios físicos são fundamentais para uma gestação saudável. A medicina já comprovou que se manter ativa é saudável, faz bem para o feto e para a mãe, além de ajudar o corpo a voltar à forma mais rapidamente depois da gestação. Se a mulher já praticava atividade antes de engravidar, melhor ainda. Se a mulher era sedentária e quer mudar isso durante os noves meses, ela vai precisar de um pouco mais de cuidado, mas também sentirá os benefícios de uma gravidez “em movimento”.

Como a gravidez é um período muito especial, o mais importante é que as mulheres recebam orientação de profissionais especializados e acostumados a lidar com grávidas. Os professores devem ter conhecimento da fisiologia da gestação para oferecer um programa adequado a este novo corpo em que tudo muda durante nove meses – a ação hormonal (progesterona) e o aumento das necessidades circulatórias da gestante exigem cuidados diferenciados.

Além disso, para facilitar a passagem do feto na hora do parto, o organismo produz uma dose alta de relaxina, um hormônio que alarga as articulações, aumenta a flexibilidade e dá mais mobilidade à bacia. Dessa forma, tornozelos, joelhos, ombros e coluna ficam muito suscetíveis a lesões e o equilíbrio também fica prejudicado, já que o centro de gravidade muda.

O exercício não precisa ser restringido. Apenas é preciso fazer algumas adaptações para que a gestante não sofra complicações provocadas pelo esforço e é preciso fazer as atividades mais recomendadas para estes meses, como: hidroginástica, yoga e pilates, preferencialmente.

Com a realização de exercícios corretos, o corpo libera a endorfina, um hormônio que alivia os sintomas do estresse, equilibra o humor que sobe e desce com freqüência na gravidez e diminui significativamente as dores causadas pelo peso extra da barriga – dores na coluna, musculares e articulares são reclamações constantes. Os exercícios físicos ajudam a prevenir e reduzir sensivelmente esses problemas, promovendo uma força maior nos músculos, adequando a postura e diminuindo a tensão nas articulações.

Para se cuidar e estabelecer um programa de atividades físicas, o primeiro passo da gestante é procurar o seu médico ginecologista para que este a avalie e confirme que não haverá problemas para a futura mamãe, nem para o bebê.

E vocês mamães, tem se cuidado direitinho?

 

Beijos,

Ana e Dani

 
Fonte adaptada: Bolsa de Mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *